Notícias

Nova resolução: testes de drogas em motoristas das categorias C

09/04/2018 Chromatox
O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) criou a resolução 460, que entrará em vigor em junho e que exigiria de motoristas de caminhões, ônibus e vans apresentarem testes toxicológicos como condição para obter ou renovar a carteira de habilitação. Entretanto, existem muitas dúvidas por parte da população, motoristas e entidades setoriais a respeito dos testes, caso a resolução venha a ser implementada.

Para elucidar as dúvidas, a Chromatox, laboratório acreditado pelo Inmetro neste tipo de análise, faz o esclarecimento abaixo e resume como os diferentes testes funcionam.

Esclarecimento

O exame toxicológico visa promover a segurança e a saúde das pessoas, desde que seja solicitado e realizado com profissionalismo e ética. A utilização de amostras de cabelo especificamente para satisfazer o propósito desta resolução não é adequado. Se o intuito da resolução é evitar que o motorista esteja sob efeito de drogas quando está dirigindo, a análise é totalmente equivocada.

Encontre um posto de coleta Chromatox para realizar seu exame toxicológico

Por que? A análise de drogas no cabelo indica a presença de vestígios de drogas e fornece uma visão do uso ou abstinência dessas substâncias por período de longo tempo longo, meses ou até anos. Esse atributo é útil, por exemplo, em exames admissionais (como no caso de motoristas de empresas transportadoras).

No entanto, a análise de drogas no cabelo não revela se o uso foi feito nas horas anteriores à coleta da amostra ou se a pessoa está, em um determinado momento, sob influência de drogas. Para um resultado da análise de cabelo ser negativo, o candidato precisará se abster pelo período de, pelo menos três meses, o que é difícil para usuários habituais ou dependentes.

Em alguns países da Europa, o motorista que é flagrado sob o efeito de álcool ou drogas, apenas recupera sua habilitação se demonstrar abstinência através de testes de cabelo a cada seis meses, durante um ano, dependendo do país. Tal medida mostrou-se eficaz, pois há evidências de que o número de acidentes causados por indivíduos que estão dirigindo sob influência de drogas e álcool está diminuindo.

Para avaliar se um motorista está dirigindo embriagado ou drogado, o teste na saliva é o melhor método. Vários kits para testes rápidos em saliva estão sendo avaliados por centros especializados e pela ChromaTox. Precisamos identificar um kit apropriado e satisfatório que possa ser utilizado em uma blitz. É importante ressaltar que todas as amostras positivas nos testes rápidos devem sempre ser confirmadas por um laboratório capacitado.

Confira o passo a passo para emissão ou renovação da Carteira Nacional de Habilitação

Como todo teste toxicológico, a análise de drogas em cabelo ou saliva, pode ser uma ferramenta útil desde que realizada e interpretada por profissionais habilitados e experientes. A ChromaTox tem essa experiência comprovada. O exame toxicológico deve servir como estímulo ao não consumo ou mesmo incentivar um usuário a procurar ajuda.