Notícias

Resolução 460 esqueceu do Inmetro!

09/04/2018 Chromatox
A Resolução 460 estabelece que os motoristas na renovação da carteira de habilitação nas classes C, D e E, deverão fazer o teste toxicológico de cabelo.

Lendo os detalhes desta resolução fica claro que haverá restrição a empresas nacionais que investiram em tecnologia de ponta, desenvolveram a capacitação de seu pessoal e foram qualificadas junto ao órgão acreditador brasileiro - a Coordenação Geral de Acreditação (Cgcre) do Inmetro, através da ISO/IEC 17025 - prestando serviços em seu próprio país, onde recolhem os devidos impostos.

Encontre um posto de coleta Chromatox para realizar seu exame toxicológico

Isto porque na resolução consta que o laboratório apto a participar dos testes deve ter acreditação forense de teste de droga com o escopo de análise toxicológica de cabelo e certificado do CAP-FDT (College of American Pathologists). Ou seja, uma entidade norte-americana inspecionando laboratórios no Brasil.

Tudo isso quando o organismo de acreditação reconhecido pelo Governo brasileiro (Cgcre) do Inmetro é a autoridade nacional de acreditação de laboratórios, com adesão a organismos de acreditação e organizações afiliadas em todo o mundo através da ISO/IEC 17025.

O que é mais agravante: os padrões da ISO/IEC 17025 são mais rigorosos e amplos com capacidade de reger a qualidade de nossos laboratórios a um nível superior aos padrões do CAP-FDT.

Enfim, caso seja mantida a obrigatoriedade da certificação pelo órgão americano, não só os exames serão feitos fora do país, exclusivamente nos Estados Unidos, mas com um padrão de qualidade não adequado para esse tipo de análise. Não é estranho?

Tem dúvida sobre o que é exame toxicológico? Entre em contato com a Chromatox

Leia artigo completo da Cristina Azevedo Pisaneschi no portal da "Na Boléia".

Este artigo também foi publicado no portal "Fator Brasil" e no portal "Guia do Transportador de Cargas", refletindo a preocupação no setor.

Informações para a imprensa:

Oficina da Comunicação Integrada – Assessoria de comunicação da ChromaTox

(11) 2275-0833

Ana Claudia Proença / Fran Oliveira