Maps

Notícias

Exame toxicológico apropriado para empresas

09/04/2018 Chromatox
O teste de drogas em amostras de cabelo em casos pré-admissionais é essencial onde o objetivo é minimizar o risco de se admitir um funcionário usuário de drogas o qual pode causar problemas de segurança, acidentes e se tornar incompatível com as atividades da empresa na qual foi admitido.

Saiba como fazer exame toxicológico

As empresas devem ser informadas sobre exames toxicológicos

É fundamental que as empresas sejam adequadamente informadas sobre as vantagens e limitações de testes de drogas no cabelo.

Isto significa fornecer informações referentes ao uso do teste, a relevância das drogas a serem analisadas, as vantagens do teste, bem como suas limitações como por exemplo, diferenças quanto ao uso de cabelo ou pelo corporal ou quantidade de droga consumida

Resultados de nossos estudos

Os estudos realizados pela ChromaTox e Cansford Laboratories mostram que existe uma tendência inusitada no Brasil em exames toxicológicos para concursos públicos de se utilizar principalmente amostras de pelo corporal em detrimento ao cabelo. Esta tendência é contrária do que ocorre no resto do mundo. Por exemplo, as amostras do Reino Unido e Austrália são sobretudo de amostras de cabelo, e comumente em uma combinação de casos pré-admissionais e de casos de testes randômicos em empregados já contratados.

Os dados dos estudos mostram que a janela de detecção mais comumente analisada é a de 3 meses, tanto para amostras provenientes do Reino Unido como da Austrália. A codeína e cocaína foram mais comumente detectadas no Reino Unido; de regra, a cocaína é a droga mais detectada no Brasil e tanto a cocaína e como o ecstasy (MDMA) na Austrália.

Encontre um posto de coleta Chromatox para realizar seu exame toxicológico

Dados inusitados do Brasil

Os dados mais inusitados deste estudo foram, sem sombra de dúvidas, os dados do Brasil. A própria solicitação de análise aponta ainda desinformação existente como, o pedido de uma janela de detecção de 365 dias, a exigência da análise de certas drogas que não são pertinentes ao país, como o PCP (fenciclidina) e no pressuposto de que é possível correlacionar os níveis detectados em amostras de cabelo com a quantidade de droga consumida.

Exame toxicológico apropriado em amostras de cabelo no ambiente de trabalho

O teste toxicológico de drogas aplicado ao local de trabalho é uma ciência interdisciplinar e complexa. Inicialmente, existe a decisão sobre a escolha da amostra a ser utilizada, que depende da finalidade do teste. É necessário garantir que nenhum funcionário trabalhe sob a influência de drogas. A capacidade de identificar que drogas foram usados ao longo de um período de tempo longo é uma das principais vantagens da análise do cabelo como teste pré-admissional bem como dentro do local de trabalho em casos específicos ou aleatórios.

Os países da Europa, Ásia e América do Norte usam testes de cabelo como uma ferramenta para prevenir o recrutamento de usuários de drogas.

A adoção de diretrizes bem estabelecidas envolve a escolha da amostra, indicações quanto aos procedimentos analíticos mais adequados e orientações sobre as melhores práticas de interpretação. No entanto, as orientações são de forma geral direcionadas aos laboratórios. Existe, portanto, uma necessidade de orientações para serem distribuídas aos empregadores e outros clientes, para esclarecer a todos os envolvidos todas as vantagens, desvantagens e implicações do teste.

Temos que garantir que nenhum cliente, seja ele um indivíduo ou uma grande corporação deixem de entender o que esta técnica toxicológica pode fornecer.