Notícias

Exame toxicológico exigido para admissão

09/04/2018 Chromatox
A exigência de exame toxicológico no processo de admissão de um funcionário ainda é um assunto novo. Por isso, é preciso esclarecer que a obrigatoriedade do teste de drogas para a contratação se dá apenas para cargos e funções específicos e as informações devem ser mantidas em extremo sigilo, seja pela empresa ou pelo laboratório que faz a coleta e análise do material.

O exame de drogas pode ser requisitado para funcionários que exercem atividades de risco ou que impliquem na segurança dele e de outras pessoas, como motoristas de ônibus e transportadoras, pilotos de avião, operadores de máquinas, empilhadeiras, seguranças etc.

Saiba como fazer exame toxicológico

No caso de um motorista de caminhão, por exemplo, caso ele faça uso de drogas, pode aumentar a probabilidade de acidentes em estradas e rodovias. “Essa prática ajuda a reduzir os acidentes de trabalho e os problemas de negligência e produtividade, além de preservar a imagem da companhia e trazer economia de despesas com assistência médica”, explica a advogada Dra. Raquel Albuquerque, especialista em direito do trabalho.

A realização do exame toxicológico só pode acontecer com o consentimento do funcionário e a empresa deve fornecer uma justificativa médica que explique o motivo da análise. Também é preciso enfatizar que a discrição da empresa e do laboratório é fundamental, a fim de evitar preconceitos e discriminação do profissional.

Encontre um posto de coleta Chromatox para realizar seu exame toxicológico

O teste de drogas na política de contratação de uma companhia ajuda a detectar pessoas que tenham uma possível dependência e oferecer tratamento. Não de forma punitiva, mas preventiva, para evitar acidentes de trabalho ou erros na realização de suas funções.

O exame toxicológico é um procedimento não invasivo e seguro quando realizado por laboratórios experientes. A ChromaTox é um laboratório brasileiro especializado em exame toxicológico e atua no mercado há mais de 16 anos.